início > textos Ano XXII - 23 de outubro de 2020


QR - Mobile Link
CONCLUSÃO - MENTIRAS E VERDADES SOBRE A PRIVATIZAÇÃO DAS TELES

MENTIRAS E VERDADES SOBRE A PRIVATIZAÇÃO DAS TELES

OS MOTIVOS DA ESTATIZAÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA

São Paulo, 15/04/2011 (Revisado em 15/03/2019)

Referencias: Terceirização, Privatização das Empresas Estatais de Telecomunicações, Monopólio, Oligopólio, Avaliação de Empresas, Lei 7.913/1989 - Crimes Contra Investidores, Manipulação da Cotações nas Bolsas de Valores por Corretores de Valores. Fiscalização do Mercado de Capitais - CVM - Comissão de Valores Mobiliários. Motivos da Criação das Estatais. Sonegação Fiscal, Lavagem de Dinheiro, Blindagem Fiscal e Patrimonial, Internacionalização do Capital, Fraudes e Desfalques contra o Patrimônio Público. Governabilidade e Desenvolvimento Nacional, Tributos - Receitas Governamentais e Gastos Públicos - Investimentos.

16. CONCLUSÃO

Por Fábio F Parada - Bacharel em Direito e Américo G Parada Fº - Contador

Diante do exposto, podemos imaginar que alguns indivíduos estudam jornalismo exatamente para que não sejam especialistas em algo científico ou tecnológico. Por esse motivo são obrigados a perguntar para quem sabe.

Então, procuram alguém para ser entrevistado e depois escrevem sobre o que foi conseguido entender, mas geralmente não conseguem plenamente entender o que foi dito. Muitos são Analfabetos Funcionais.

Veja ainda o texto intitulado Contabilidade de Custos nas Telecomunicações, em que foram transcritos textos apresentados diariamente pelo Jornal da Band, relativos à reportagem especial sobre as “TELES” levada ao ar na semana de 04 a 08/04/2011.

A reportagem muito bem documentada nos ajudou a desmentir (contradizer, contestar) o que foi escrito pelo articulista em questão em janeiro de 2011.

Embora soubesse da existência dos esquemas de apadrinhamento de correligionários, devido aos seus 40 anos de experiência, o articulista naturalmente acreditava que as pilantragens praticadas pelos dirigentes das empresas privatizadas nunca seriam descobertas.

Afinal, segundo os neoliberais anarquistas, o governo é sempre incompetente e interfere injustamente nas liberdades individuais. Mas, para serem os agentes da privatização, os governantes também precisam estar inseridos naquele mesmo grupo neoliberal.

Então, por de fato se julgarem incompetentes para bem administrar a Nação, os nossos governantes a partir de 1990 preferiram privatizar ou terceirizar a administração das empresas estatais.

Veja também: Não foi a privatização que ampliou acesso à telefonia, foi a tecnologia