início > cursos Ano XXIII - 18 de janeiro de 2022


QR - Mobile Link
CONHECIMENTOS BANCÁRIOS - PARTE 1.1 LÍNGUA PORTUGUESA

CONHECIMENTOS BANCÁRIOS

CONCURSO BB - BANCO DO BRASIL - 2021 - ESCRITURÁRIO

Parte 1. CONHECIMENTOS BÁSICOS - AGENTE DE TECNOLOGIA e AGENTE COMERCIAL

PARTE 1.1. LÍNGUA PORTUGUESA  (Revisada em 14-09-2021)

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES - OPINIÃO PESSOAL

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

Estas páginas relativas aos Conhecimentos Bancários e aos Conhecimentos Específicos de alguns funções do servidor bancário também destinam-se a Contadores, Auditores Internos e Independentes e a Peritos Contábeis, entre outros profissionais de nível médio e superior.

  1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS
  2. TEXTOS ELUCIDATIVOS
  3. CESGRANRIO - GABARITO 1 - LÍNGUA PORTUGUESA - BANCO DO BRASIL - ESCRITURÁRIO
  4. COMO ARREBENTAR NA REDAÇÃO DO BANCO DO BRASIL - 2021

1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS

O CFC - Conselho Federal de Contabilidade em seus anuais EXAMES DE SUFICIÊNCIA e EXAMES DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA para o Registro Profissional de Contadores, Auditores Independentes e Peritos Contábeis tem fornecido bons exemplos da Aplicação da Língua Portuguesa.

Veja em: Língua Portuguesa Aplicada

2. TEXTOS ELUCIDATIVOS

  1. GRAMÁTICA BÁSICA - AULETE
  2. REFORMA ORTOGRÁFICA - Tabelas de regras para uso rápido - Download
  3. USO DO HÍFEN: MINIVOCABULÁRIO
  4. REGRAS DE ACENTUAÇÃO
  5. DICIONÁRIO AULETE
  6. DICIONÁRIO ANALÓGICO - AULETE

3., CESGRANRIO - GABARITO 1 - LÍNGUA PORTUGUESA - BANCO DO BRASIL - ESCRITURÁRIO

SORTE: TODO MUNDO MERECE

Afinal, existe sorte e azar? No fundo, a diferença entre sorte e azar está no jeito como olhamos para o acaso. Um bom exemplo é o número 13.

Nos EUA, a expedição da Apollo 13 foi uma das mais desastrosas de todos os tempos, e o número levou a culpa. Pelo mundo, existem construtores que fazem prédios que nem têm o 13º andar, só para fugir do azar.

Por outro lado, muita gente acha que o 13 é, na verdade, o número da sorte. Um exemplo famoso disso foi o então auxiliar técnico do Brasil, Zagallo, que foi para a Copa do Mundo de (19)94 (a soma dá 13) dizendo que o Mundial ia terminar com o Brasil campeão devido a uma série de coincidências envolvendo o número.

No final, o Brasil foi campeão mesmo, e a Apollo 13 retornou a salvo para o planeta Terra, apesar de problemas gravíssimos. Até hoje não se sabe quem foi o primeiro sortudo que quis homenagear a sorte com uma palavra só para ela.

Os romanos criaram o verbo sors, do qual deriva a “sorte” de todos nós que falamos português. Sors designava vários processos do que chamamos hoje de tirar a sorte e originou, entre outras palavras, a inglesa sorcerer, feiticeiro.

O azar veio de um pouco mais longe. A palavra vem do idioma árabe e deriva do nome de um jogo de dados (no qual o criador provavelmente não era muito bom). Na verdade, ele poderia até ser bom, já que azar e sorte são sinônimos da mesma palavra: acaso. Matematicamente, o acaso – a sorte e o azar – é a aleatoriedade. E, pelas leis da probabilidade, no longo prazo, todos teremos as mesmas chances de nos depararmos com a sorte.

Segundo essas leis, se você quer aumentar as suas chances, só existe uma saída: aposte mais no que você quer de verdade. Revista Conhecer. São Paulo: Duetto. n. 28, out. 2011, p. 49. Adaptado.

QUESTÕES

1 De acordo com o texto, a pergunta feita no subtítulo “Afinal, existe sorte e azar?” é respondida da seguinte maneira:

2 O período em que a expressão no fundo está usada com o mesmo sentido com que é empregada na primeira linha do texto é:

3 No trecho “Os romanos criaram o verbo sors, do qual deriva a ‘sorte’ de todos nós que falamos português” (. 19-20), sorte designa

4 A oração “envolvendo o número” (. 13) pode ser substituída, sem prejuízo do sentido original, pela seguinte oração: (

5 A palavra mesmo está sendo empregada com o sentido igual ao que se verifica em “o Brasil foi campeão mesmo” (. 14), na seguinte frase:

6 O trecho “apesar de problemas gravíssimos”. (. 15-16) é reescrito de acordo com a norma-padrão, mantendo o sentido original, se tiver a seguinte forma:

7 No texto, diz-se que “o criador provavelmente não era muito bom [no jogo de dados]” (. 25-26) porque

8 A frase em que a presença ou ausência da preposição está de acordo com a norma-padrão é:

9 O verbo entre parênteses está conjugado de acordo com a norma-padrão em:

10 O uso de sinais (aspas e travessão) está adequado à norma-padrão, que deve ser observada em uma correspondência oficial, na seguinte frase:

4. COMO ARREBENTAR NA REDAÇÃO DO BANCO DO BRASIL - 2021

Por Brayan Souza - Funcionário do BB

COMO ARREBENTAR NA REDAÇÃO DO BANCO DO BRASIL - 2021

INFORMAÇÕES PARA CANDIDATOS - CONCURSO BANCO DO BRASIL - 2021