início > cursos Ano XXII - 27 de outubro de 2020



AVISO:
Pedimos desculpas pela instabilidade! Informamos que o servidor está "on-line" todo o tempo, porém, estamos com ocorrência de erro no registro do Certificado de Segurança Criptográfica (SSL). Nada que coloque em risco a navegabilidade ou a segurança dos usuários e visitantes. O problema ocorre por culpa exclusiva do serviço de datacenter gerido pela empresa LOCAWEB SERVIÇOS DE INTERNET S.A. Há a observação de problemas técnicos na gestão dos servidores dedicados que contratamos. Estamos em cima deles para uma solução rápida ainda neste dia. No retorno ao "website", caso ocorra a janela de "AVISO", clique no botão "AVANÇADO" e depois no link "Ir para 'http://www.cosif.com.br/' (não seguro)". Agradecemos vossa compreensão.

QR - Mobile Link
EXAME DE SUFICIÊNCIA-2015-2 - RESPOSTA 47

CFC - EXAME DE SUFICIÊNCIA
BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS
EXAME DE SUFICIÊNCIA DE 2015 - 2ª EDIÇÃO

QUESTÕES E RESPOSTAS COMENTADAS (Revisada em 18-11-2016)

Referências: QUESTÃO 47 -  NBC TA 240 - Responsabilidade do Auditor em Relação a Fraude no Contexto da Auditoria de Demonstrações Contábeis, omissão de informações, manipulação, falsificação ou alteração de registros contábeis para iludir investidores e demais credores.

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

Clique na questão desejada:

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50

QUESTÃO 47:

De acordo com a NBC TA 240 - Responsabilidade do Auditor em Relação a Fraude no Contexto da Auditoria de Demonstrações Contábeis, NÃO constitui aspecto do qual decorre informação contábil fraudulenta:

a) a aplicação incorreta intencional dos princípios contábeis relativos a valores, classificação, forma de apresentação ou divulgação.

b) a manipulação, falsificação ou alteração de registros contábeis que serviram de base à elaboração de demonstrações contábeis.

c) a mentira ou omissão intencional nas demonstrações contábeis de eventos, operações ou outras informações significativas.

d) a utilização não intencional de processos matemáticos imprecisos para a realização de estimativas relacionadas a ajustes contábeis.

JUSTIFICATIVA: