início > textos Ano XXI - 12 de novembro de 2019



QR - Mobile Link
CONCLUSÃO SOBRE REGRAS DO COMITÊ DE SUPERVISÃO BANCÁRIA

AS INÓCUAS REGRAS DO COMITÊ DE SUPERVISÃO BANCÁRIA

AS REGRAS NÃO EVITARAM O COLAPSO NO SISTEMA FINANCEIRO MUNDIAL

São Paulo, 07/02/2014 (Revisada em 21/10/2019)

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

9. CONCLUSÃO SOBRE AS INÓCUAS REGRAS DO COMITÊ DE SUPERVISÃO BANCÁRIA

Todos os fatos narrados neste texto têm a finalidade de explicar ao leitor o porquê da afirmação de que são inexequíveis as regras estabelecidas pelo Comitê de Supervisão Bancária de Basileia - Suíça quando as instituições do sistema financeiro mundial estão sediadas em paraísos fiscais.

Veja o texto sobre o SBS - Shadow Banking System = Sistema Bancário Fantasma.

Em razão da falta de contadores em seus quadros de fiscalização, os órgãos governamentais que tenham a contabilidade das entidades jurídicas como base de suas averiguações deixam de ser eficientes. O mesmo acontece com as Agências Reguladoras, entre elas o Banco Central do Brasil.

Portanto, torna-se evidente que são ineficientes os órgãos públicos (incluindo-se nesse rol as Agências Reguladoras) incumbidos de fiscalizar por meio da contabilidade das entidades se nos seus quadro de fiscalizadores não tiverem Contadores (os verdadeiros Auditores Fiscais).

Todos esses órgãos seriam bem mais eficientes se apenas fossem observadas as NBC - Normas Brasileiras de Contabilidade convergidas às Normas Internacionais expedidas pelo IASB, conforme também determina a Lei 6.404/1976 - Lei das Sociedades por Ações.

Parece evidente que a contabilização deve ser processada com base em toda a legislação vigente, que é perfeitamente conhecida pelos contabilistas.

Portanto, devido a não contratação de contadores pelos órgãos públicos de modo geral, falta gente com capacidade técnica e científica e com competência legal para bem administrar todo esse complexo sistema de interligação contábil de empresas de um mesmo Grupo de Sociedades e de Grupos de Sociedades diferentes.

Veja também Contabilidade Integrada e Contabilidade Digital.

PRÓXIMO TEXTO: SINAL QUESTIONA POSTURA DA DIREÇÃO DO BANCO CENTRAL DURANTE JULGAMENTO DA CORREÇÃO DE PLANOS ECONÔMICOS NO STF


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.