início > contabilidade Ano XX - 25 de junho de 2019



QR - Mobile Link
DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

LIVROS, REGISTROS E DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

PLANO DE CONTAS PADRONIZADO - CONHECIMENTOS BÁSICOS

As operações de uma empresa ocasionam lançamentos contábeis que provocam aumentos e diminuições no Ativo, no Passivo e no Patrimônio Líquido. Esses aumentos e diminuições são registrados em contas específicas. Utilizam-se contas separadas para representar cada tipo de elemento do Ativo, do Passivo e do Patrimônio Líquido. Cada uma dessas contas será distinguida das demais pela sua denominação.

Portanto, conta é o título que qualifica um componente do patrimônio (aspecto qualitativo) ou uma variação patrimonial.

Sua função é acumular de forma ordenada, os débitos e créditos da mesma natureza, de maneira que seu saldo represente, no momento considerado, a situação do elemento patrimonial ou da variação patrimonial a que se refere.

Toda escrituração contábil deve seguir um Plano de Contas elaborado de conformidade com as NBC - Normas Brasileiras de Contabilidade.

O PADRON - Plano de Contas Padronizado, elaborado pelo Coordenador do site do Cosife, baseou-se não só nas NBC como também nas informações necessárias ao preenchimento da DIPJ - Declaração de Informações Econômico-Fiscais das Pessoas Jurídicas entregues anualmente a SRF - Secretaria da Receita Federal. Considerando-se que as contas até terceiro ou quarto graus são praticamente iguais para todas as pessoas jurídicas, ele pode ser adaptado às necessidades de qualquer tipo de entidades, sejam elas com ou sem fins lucrativos.

As contas se dividem em:

    • CONTAS PATRIMONIAIS
      • Ativo Circulante
      • Ativo Não Circulante
      • Passivo Circulante
      • Passivo Não Circulante
      • Patrimônio Líquido
    • CONTAS DE RESULTADO
      • Receitas
      • Custos
      • Despesas

Variações do Patrimônio Líquido:

    • Investimentos e aumentos de capital
    • Lucro ou Prejuízo

As RECEITAS estão representadas pela entrada de elementos para o Ativo, sob forma de dinheiro ou direitos a receber, proveniente das atividades operacionais da Entidade. Ex. receita de serviços, receita com vendas, receita com juros, etc.

As DESPESAS estão representadas por consumo de bens e serviços que direta ou indiretamente deverá produzir uma receita. Ou seja, são os gastos necessários ao desenvolvimento da atividade operacional da Entidade.

A despesa poderá diminuir o Ativo ou aumentar o Passivo. Ex. despesa com aluguéis, despesa com salários, despesa com juros, etc.

O RESULTADO é a diferença obtida entre receitas e despesas em um determinado período.

Toda receita aumenta o Patrimônio Líquido e toda despesa ocasiona diminuições, logo:

  • Se as receitas superarem as despesas do período, o resultado será positivo (LUCRO), aumentando o Patrimônio Líquido.
  • Se as despesas superarem as receitas do período, o resultado será negativo (PREJUÍZO), diminuindo o Patrimônio Líquido.

MECANISMO BÁSICO:

  • As DESPESAS são SEMPRE contas com saldo devedor (DÉBITO)
  • As RECEITAS são SEMPRE contas com saldo credor (CRÉDITO)

(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.