início > textos Ano XXI - 5 de dezembro de 2019



QR - Mobile Link
O BANCO CENTRAL FACILITANDO A ATUAÇÃO DOS DOLEIROS

BLINDAGEM FISCAL E PATRIMONIAL

OS ARTIFÍCIOS UTILIZADOS POR SONEGADORES DE TRIBUTOS - EFEITOS NO BALANÇO DE PAGAMENTOS

São Paulo, 18/04/2013 (Revisada em 02-11-2018)

O BANCO CENTRAL FACILITANDO A ATUAÇÃO DOS DOLEIROS

  1. A ATUAÇÃO DOS DOLEIROS
  2. CRIAÇÃO DO MERCADO DE CÂMBIO DE TAXAS FLUTUANTES
  3. REGULAMENTANDO A ATUAÇÃO DOS DOLEIROS
  4. A INTERNACIONALIZAÇÃO DO CAPITAL EM PARAÍSOS FISCAIS

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

1. A ATUAÇÃO DOS DOLEIROS

Ainda naquela ocasião em que tudo podia acontecer, houve banco estrangeiro que se instalou no Brasil vendendo metade do seu capital em moeda estrangeira para doleiros, que repassaram a equivalente moeda brasileira para testas de ferro que se tornaram sócios brasileiros do banco chegado ao Brasil. As regras vigentes diziam que os bancos estrangeiros eram obrigados a se associarem a brasileiros.

2. CRIAÇÃO DO MERCADO DE CÂMBIO DE TAXAS FLUTUANTES

Para facilitar a atuação dos doleiros, no final de 1988 foi criado pelos dirigentes do Banco Central, sem disposição legal, o MTF - Mercado de Câmbio de Taxas Flutuantes (chamado de mercado do "dólar turismo").

3. REGULAMENTANDO A ATUAÇÃO DOS DOLEIROS

Aproveitando-se dessa via criada para regulamentar a atuação dos doleiros na lavagem de dinheiro e querendo interferir nas eleições presidenciais de 1989, o presidente da FIESP - Federação das Indústrias de São Paulo declarou que, se Lula fosse eleito, 800 mil empresários fugiriam para o exterior. Toda a Mídia divulgou o grande feito de Mário Amato que culminou com a eleição de Collor.

Em razão desse alerta ao empresariado, bradado por Mário Amato, quando Collor de Melo confiscou o dinheiro das contas bancárias, só pegou as migalhas que o povão tinha aplicado na Caderneta de Poupança. Mais uma vez aconteceu a Blindagem Fiscal e Patrimonial dos detentores do "Poderio Econômico".

O interessante é que eles diziam que Lula ia fazer o que foi feito por Collor. Mais uma vez os eleitores foram enganados.

4. A INTERNACIONALIZAÇÃO DO CAPITAL EM PARAÍSOS FISCAIS

Algo semelhante aconteceu com os Estados Unidos e os países da Europa. Por isso, desde 2008 estão oficialmente falidos. As grandes empresas fugiram para Paraísos Fiscais, deixando de pagar tributos aos seus países de origem. Quando os governantes norte-americanos e europeus acordaram para essa realidade da teoria neoliberal da globalização, nada mais havia a fazer. A Blindagem Fiscal e Patrimonial já havia acontecido. Porém, aqueles governantes, inclusive os russos, ficaram podres de ricos.

PRÓXIMO TEXTO: O EFETIVO COMBATE À SONEGAÇÃO FISCAL


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.