início > textos Ano XXII - 15 de janeiro de 2021


QR - Mobile Link
A PROVA DA INCAPACIDADE TÉCNICA DOS AUDITORES FISCAIS

A ILEGALIDADE DO AUDITOR FISCAL SEM REGISTRO NO CRC

O CONTADOR E A FISCALIZAÇÃO CUJA BASE É A CONTABILIDADE

São Paulo, 22/08/2006 (Revisado em 12-09-2018)

5. A PROVA DA INCAPACIDADE TÉCNICA DOS AUDITORES FISCAIS

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

Em 01/05/2008 usuário do Cosife sugere que seja lido o seguinte texto e em seguida comenta:

Caro professor, leia o seguinte informativo do SINDIRECEITA:

Boletim dos Analistas Tributários da Receita Federal do Brasil 080 de 30/04/2008

"A bem da verdade, algumas coisas precisam ser ditas sobre a Receita Federal do Brasil:

Primeiro: lançamento tributário é igual a lançamento de futebol, se for ruim, não serve para muita coisa.

Se no ano passado foram lançados R$ 106 bilhões em lançamento de ofício, boa parte desse total foi realizado através de lançamento eletrônico e automatizado.

O que se arrecadou de lançamento de ofício foi para cerca de apenas R$ 2,350 bilhões, ou seja, para cada um dos 12.880 dos Auditores Fiscais em atividade arrecadou-se algo em torno de R$ 183.000,00 (cento e oitenta e três mil reais) durante todo o ano de 2007.

Então, podemos concluir que o Auditor Fiscal, por este parâmetro, nem se paga.

O que vale a pergunta: Que mão de obra tão qualificada é esta?

O fato é que se o Brasil depender do lançamento tributário não fecha as suas contas. Como disse o jornalista [Carlos Alberto] Sardenberg da [Rádio CBN] "pelo jeito não precisa dos auditores da Receita Federal para arrecadar impostos". E a sociedade está começando a perceber que estas "autoridades" estão ficando dispensáveis."

ESTA CONTA ESTÁ CERTA?

Resposta do Cosife em 01/05/2008

Se as contas estivessem erradas alguém já as teria contestado, provavelmente os próprios auditores não habilitados teriam interesse em justificar suas permanências nos cargos ou funções.


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.