AS 40 PERGUNTAS QUE A CUBANA YOANI SÁNCHEZ NÃO RESPONDERÁ - http://www.cosif.com.br/
Ano XV - São Paulo, 23 de julho de 2014



Mobile Link
 

AS 40 PERGUNTAS QUE A CUBANA YOANI SÁNCHEZ NÃO RESPONDERÁ

AS 40 PERGUNTAS QUE A CUBANA YOANI SÁNCHEZ NÃO RESPONDERÁ

UM GRANDIOSO ESQUEMA EM PROL DO NEOLIBERALISMO EXCLUDENTE

São Paulo, 24/02/2013 (Revisado em 01-03-2013)

Referências: Debate sobre a Controversa Dissidente Cubana Yoani Sánches, Extremistas de Direita versos os de Esquerda, MAC - Movimento Anticomunista, Capitalismo Selvagem Neoliberal Anárquico, Segregação = Apartheid = Preconceito e Discriminação Social contra os menos favorecidos, As Comunas dos Pobres versus as dos Ricos, Condomínios Fechados versus Conjuntos Residenciais.

QUESTÕES QUE DEVERIAM SER RESPONDIDAS POR YAONI SÁNCHEZ

Postado em: 18/02/2013 por Salim Lamrani, publicado pelo site Pragmatismo Político. Respostas por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE.

1. Quem organiza e financia a turnê mundial de Yoani Sánchez?

Resposta do COSIFE:

São necessárias algumas explicações preliminares.

Antes do Golpe Militar de 1964 acontecido no Brasil, aqui existia o MAC - Movimento Anticomunista que tentava doutrinar o povo (os trabalhadores) contra o sindicalismo esquerdista (socialista ou comunista) dizendo que tais regimes econômicos eram perigosos (não diziam para quem era perigoso). O citado "movimento" clandestino dizia ainda que tais regimes econômicos eram "escravizantes" e que não permitiam a liberdade de expressão.

Depois do Golpe Militar fomentado pelo MAC, com o apoio da nossa elite econômica e intelectual, ao contrário do propalado, não mais existiu a livre expressão, nem para os tradicionais defensores do novo regime político e econômico imposto pelos milicos.

Decepcionados com as mentiras alardeadas pela elite financiadora do MAC, já no governo do ingovernável Brasil, os Militares Golpistas, não vislumbrando outra solução econômica e política, resolveram instalar um capitalismo estatal (socialista) visto que o empresariado brasileiro e multinacional nada queria investir em nossa Pátria.

Os financiadores do MAC apenas queriam transferir a antiga tutela inglesa, extinta na década de 1950, para os norte-americanos que seriam os nossos novos gerenciadores (exploradores), o que de fato aconteceu até 2005 quando, afinal, o Brasil conseguiu se libertar do comando opressor do FMI - Fundo Monetário Internacional.

De outro lado, o MAC (clandestino) nada dizia sobre seus dirigentes e financiadores, assim como nada é dito sobre o grupo que apoia a aqui comentada dissidente cubana Yaoni Sánchez.

Diante dos fatos narrados poderíamos concluir que aquele ou outros movimentos de extrema-direita como o "Cansei" são financiados pelos capitalistas que querem o retorno da escravidão de todos os trabalhadores, tese defendida pelos três laureados com o Prêmio Nobel de Economia de 2010. Em razão da tese por eles defendida, podemos concluir que os extremistas de direita são contrários à existência dos sindicatos de trabalhares e dos direitos sociais (trabalhistas e previdenciários). Em síntese, são partidários do retorno da escravidão, à qual seriam submetidos todos os pobres.

Também parece óbvio que depois de encerrada a dinastia da família de Fidel Castro, voltará à Cuba um sistema de governo tal como aquele imposto por Fulgencio Batista, o ex-ditador de ultradireita, que novamente transformará o povo cubano em mero escravo a serviço das corporações multinacionais, situação em que se encontram os trabalhadores de outros países da América Central e do Caribe. É o que o empresariado norte-americano e europeu também vem fazendo com as pobres populações da África e da Ásia.

Foi exatamente esse modelo neoliberal anarquista que decretou a falência dos países desenvolvidos porque nada mais produzem para exportar. Tudo que as populações dos países desenvolvidos atualmente consomem é importado e produzido mediante a exploração do trabalho em regime de semiescravidão, principalmente nos países asiáticos, centro-americanos e caribenhos.

É o que vai acontecer com Cuba se for implantado o neoliberalismo anárquico pretendido pelos financiadores de Yoani Sánchez que, assim, seria uma falsa representante daquele já sofrido povo.

Para os brasileiros isso não é novidade porque o nosso Congresso Nacional está apinhado de falsos representantes do povo, que só lutam em prol dos interesses mesquinhos dos Lobistas a serviço do "Grande Capital".

É preciso não esquecer que, de 1964 a 2002, no Brasil foram reduzidos os salários dos trabalhadores, razão pela qual surgiram e cresceram assustadoramente as favelas e a consequente criminalidade atualmente assistida por trás de elevados muros, grades, "leões de chácara" e serviços de monitoramento eletrônico.

Essa triste realidade foi a única liberdade que o povo brasileiro teve. A de ser tornar cada vez mais pobre a ponto de chegar à miserabilidade, sem trabalho, sem emprego, sem estudo, sem saúde, sem saneamento básico, vivendo da economia informal do contrabando e do fornecimento de tóxicos à nossa elite econômica e intelectual.

2. Em agosto de 2002, depois de se casar com o cidadão alemão chamado Karl G., abandonou Cuba, “uma imensa prisão com muros ideológicos”, para imigrar para a Suíça, uma das nações mais ricas do mundo. Contrariamente a qualquer expectativa, em 2004, decidiu voltar a Cuba, “barco furado prestes a afundar”, onde “seres das sombras, que como vampiros se alimentam de nossa alegria humana, nos introduzem o medo através do golpe, da ameaça, da chantagem”, onde “os bolsos se esvaziavam, a frustração crescia e o medo se estabelecia”. Que razões motivaram esta escolha?

Resposta do COSIFE:

A Suíça, por exemplo, tal como os demais paraísos fiscais também abriga o capital (dinheiro) obtido na ilegalidade por ditadores e demais governantes de todas as tendências políticas ou econômicas (obviamente criminosos). Por sua dita "neutralidade política", a Suíça só ingressou na ONU em 2002. Em razão dessa "neutralidade", aquele país não tem interesse em financiar quaisquer tipos de dissidentes políticos. Assim sendo, naquele país a cubana não teve como sobreviver.

Nem todos sabem, por isso é preciso dizer que na Europa a perseguição aos estrangeiros é muito grande. Os imigrantes, quando trabalhadores, não têm direito à sindicalização, por isso não têm direitos trabalhistas ou previdenciários. Os contratos de trabalho são coletivos, firmados entre os sindicatos e as empresas. Os estrangeiros só conseguem trabalhar na realização de tarefas ou serviços perigosos e insalubres que são recusados pelos nativos e tradicionais europeus.

Como muitos estrangeiros também não se sujeitam a trabalhos com alto índice de periculosidade e de insalubridade, obviamente partem da Europa de volta para seus países de origem. O mesmo pode ter acontecido com a dissidente cubana, pois em seu país tem boa vida, reputação e ótima condição de sobrevivência, bem superior a dos demais cubanos, que são quase obrigados a trabalhar duro para que não morram de fome em razão das poucas opções e das limitações impostas pelo próprio território cubano, o que é comum aos demais povos caribenhos e centro-americanos, todos explorados por estrangeiros.

Foi escrito que os cubanos são obrigados a trabalhar duro porque, ao contrário do que acontece no Brasil, lá não há a opção pelo "trabalho" na criminalidade. Todos os cubanos são obrigados a estudar e a ter uma profissão. Todos têm assistência médica gratuita fornecida pelo governo (uma das melhores do mundo, segundo a ONU - Organização das Nações Unidas). Por esse motivo, lá não existem Planos de Saúde privados. Todos os hospitais são públicos e funcionam perfeitamente, ao contrário do que acontece no Brasil quando a assistência médica (principalmente a municipal) é destinada ao povão.

3. Segundo os arquivos dos serviços diplomáticos cubanos de Berna, Suíça, e de serviços migratórios da ilha, você pediu para voltar a Cuba por dificuldades econômicas com as quais se deparou na Suíça. É verdade?

Resposta do COSIFE:

Obviamente a dissidente cubana não quis se sujeitar ao tipo de trabalho perigoso e insalubre especialmente atribuído aos estrangeiros em toda a Europa.

4. Como pôde se casar com Karl G. se já estava casada com seu atual marido Reinaldo Escobar?

Resposta do COSIFE:

Essa questão, estritamente particular, é difícil de ser respondida por terceiros. Poderia ser partidária da bigamia feminina.

5. Ainda é seu objetivo estabelecer um “capitalismo sui generis” em Cuba?

Resposta do COSIFE:

O único "capitalismo sui generis" possível é aquele empregado no Brasil pelos Militares golpista de 1964. A criação de empresas de economia mista de capital aberto diretamente controladas e fiscalizadas pelo Governo, desprezando-se o instinto aventureiro e megalomaníaco dos milicos daquela época e do empresariado atual.

A bancarrota dos países desenvolvidos aconteceu exatamente porque os governantes daqueles não tinham e ainda não têm quaisquer controles sobre as empresas privadas, digo, particulares. As verdadeiras empresas privadas são aquelas que têm suas ações negociadas nas bolsas de valores.

As empresas privadas não controladas pelo governo e as particulares  não são obrigadas a contribuir para o logro de quaisquer planos governamentais de desenvolvimento nacional. Logo, para que de fato haja governo, é preciso que existam empresas estatais com a finalidade de administrar a implantação desses planos de Governo destinados à aceleração do desenvolvimento nacional e o perfeito combate de eventual recessão que coloque em risco a sobrevivência digna da população. Essa é a principal política de governo da família Fidel Castro.

É também o que acontece com a NASA nos Estados Unidos da América. É o único sistema de desenvolvimento integrado que realmente funciona naquele país porque é o único diretamente administrado e controlado pelo Governo.

Dizem que a NASA e os demais empreendimentos diretos do governo norte-americano são responsáveis por mais de 60% de tudo que é produzido nos Estados Unidos. Logo, se aquele país símbolo do capitalismo neoliberal anárquico diminuir seus gastos públicos com as guerras e deixar de fomentá-las pelo mundo afora, obviamente deixará de estar entre as 5 primeiras potências mundiais em PIB - Produto Interno Bruto.

Tal como acontecia com a nossa elite econômica e intelectual até o final da década de 1960,  Yaoni parece ter sido mordida por aquela aranha cujo veneno e cujos tentáculos dominava toda a teia de seres elitistas pelo mundo afora até o auge do neoliberalismo, agora falido. Porém, apesar de ter livre acesso à Internet, pode continuar bitolada, vítima da antiga ou recente lavagem cerebral imposta pelo MAC (ou organização semelhante). Ela ainda não acordou para a atual realidade mundial em que os países que não estão quebrados têm governos socialistas, conforme nos mostrou Paul Krugman, laureado com o Prêmio Nobel de Economia em 2008.

6. Você criou seu blog Geração y (Generación Y) em 2007. Em 4 de abril de 2008 conseguiu o Prêmio de Jornalismo Ortega e Gasset, de 15 mil euros, outorgado pelo jornal espanhol El País. Geralmente, este prêmio é dado a jornalistas prestigiados ou a escritores de grande carreira literária. É a primeira vez que uma pessoa com seu perfil o recebe. Você foi selecionada entre cem pessoas mais influentes do mundo pela revista Time (2008). Seu blog foi incluído na lista dos 25 melhores blogs do mundo pela cadeia CNN e pela revista Time (2008), e também conquistou o prêmio espanhol Bitacoras.com, assim como The Bob’s (2008). El País lhe incluiu em sua lista das cem personalidades hispano-americanas mais influentes do ano 2008. A revista Foreign Policy ainda a incluiu entre os dez intelectuais mais importantes do ano em dezembro de 2008. A revista mexicana Gato Pardo fez o mesmo em 2008. A prestigiosa universidade norte-americana de Columbia lhe concedeu o prêmio María Moors Cabot. Como você explica esta avalanche de prêmios, acompanhados de importantes quantias financeiras, em apenas um ano de existência?

Resposta do COSIFE:

Provavelmente são todos estes mencionados, e muitos outros incógnitos, os financiadores do Movimento Anticomunista representado pela citada dissidente cubana.

Aqueles mesmos também seriam os financiadores de sua turnê pelo mundo afora, providencialmente iniciada na cidade de Salvador - BA.

Coincidentemente ou não, o Estado da Bahia (no Brasil) é o tradicional reduto da dinastia dos Magalhães que ali está direta ou indiretamente no governo desde os tempos do coronelismo escravocrata.

Aliás, comparando a Bahia com Cuba, segundo dados publicados pela FIRJAN - Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, com base em demonstrações contábeis à disposição no Tesouro Nacional, que controla a Contabilidade Pública Federal, Estadual e Municipal, cerca de 300 dos 374 municípios baianos estão entre os 500 mais mal administrados municípios brasileiros.

Essa poderia ser a lógica do que pretende a renomada dissidente cubana Yoani Sánchez ou, mais precisamente, do que pretendem os seus financiadores. Afinal, ela pode estar sendo inocentemente manipulada há muito tempo por experientes especialistas em lavagem cerebral.

Era o que o MAC - Movimento Anticomunista fazia no Brasil por intermédio de escolas que se propunham a ensinar o idioma inglês. Não foi à toa que na segunda metade da década de 1960 milhares dessas escolas foram instaladas no Brasil. Cada bairro das grandes cidades tinha uma dessas. Existiam mais escolas de inglês do que escolas públicas de ensino elementar. Muitas delas ainda existem. Atualmente a grande tática é o ensino do inglês pela Internet.

7. Em que emprega os 250 mil euros conseguidos graças a estas recompensas, um valor equivalente a mais de 20 anos de salário mínimo em um país como França, quinta potencia mundial, e a 1.488 anos de salário mínimo em Cuba?

Resposta do COSIFE:

Em 2011 a quinta potência era a Alemanha, único país europeu que ainda estava em posição superior a do Brasil (6ª potência mundial em PIB - Produto Interno Bruto).

Como a situação econômica dos países europeus, dos Estados Unidos e do Japão piorou sensivelmente, todos com elevadíssimo índice de desemprego e enorme diminuição da produção (por isso aconteceu o desemprego), é impossível que quaisquer desses países tenham de fato melhorado sua posição no cenário mundial, embora os números publicados nos mostrem o contrário. Diante desses fatos, seria pertinente acreditar que os citados países estão manipulando seus dados estatísticos relativos ao PIB - Proto Interno Bruto para que não fique patente a impropriedade da política econômica neoliberal por eles utilizada, imposta ao restante do mundo pelo FMI - Fundo Monetário Internacional.

Provavelmente a dissidente cubana não usa um único centavo desse dinheiro por ela recebido dos anticomunistas que, adicionado a muitos outros valores, deve estar depositado em nome de uma empresa (dela) constituída num paraíso fiscal.

É o que também fazem os pilantras no Brasil. De 1989 até janeiro de 2005 existiu por aqui todo um esquema implantado pelos dirigentes do Banco Central que facilitava a Lavagem de Dinheiro obtido na ilegalidade ou na informalidade pela nossa classe dominante e também pelas multinacionais.

8. A Sociedade Interamericana de Imprensa, que agrupa os grandes conglomerados midiáticos privados do continente, decidiu nomeá-la vice-presidente regional por Cuba de sua Comissão de Liberdade de Imprensa e Informação. Qual é seu salário mensal por este cargo?

Resposta do COSIFE:

O salário da dissidente cubana não deve ser muito elevado, tal como acontece com grande parte dos que trabalham nos meios de comunicação brasileiros. Somente algumas figuras televisivas (televisuais = aquelas que são vistas no televisor pelo telespectador) ganham rios de dinheiro.

A grande vantagem desses trabalhadores, incógnitos ou não, são as mordomias, semelhantes às que a dissidente cubana está recebendo em sua turnê pelo mundo afora.

E ainda voltará para Cuba cheia de dinheiro no bolso e com volumosa conta bancária em nome de empresa fantasma constituída em paraíso fiscal, que pode ser controlada e movimentada pela Internet, com direito à Cartão de Crédito Internacional.

Veja o texto O Paraíso Fiscal ao Alcance de Todos.

9. Você também é correspondente do jornal espanhol El País. Qual é sua remuneração mensal?

Resposta do COSIFE:

A remuneração da dissidente cubana pode ser um simples contrato de trabalho futuro (no exterior), vitalício ou não, que será exercido caso ela seja deportada pelo regime imposto pela família do patriarca Fidel Castro.

Dessa forma ela deve estar agindo, se de fato estiver pensando no seu futuro e no futuro de sua família.

10. Quantas entradas de cinema, de teatro, quantos livros, meses de aluguel ou pizzas pode pagar em Cuba com sua renda mensal?

Resposta do COSIFE:

Muitas, muitas, muitos, muitos.

Mas, sendo esperta como realmente é, estará guardando seus rendimentos num fundo de previdência para que garanta a sua aposentadoria e um bom futuro para os seus atuais familiares e para eventuais futuros filhos.

Como foi mencionado, os pilantras do mundo inteiro têm seu rico dinheirinho guardado em paraísos fiscais. A Suíça é um desses paraísos fiscais.

Veja a relação de paraísos fiscais denominados como as "ilhas do inconfessável" na Instrução Normativa RFB 1.037/2010.

11. Como pode pretender representar os cubanos enquanto possui um nível de vida que nenhuma pessoa na ilha pode se permitir levar?

Resposta do COSIFE:

Essa questão não tem razão de ser.

Se todos os cubanos fossem realmente pobres como são os pobretões (pé-rapados) brasileiros, de fato não teriam ninguém para representá-los, nem contra ou a favor do regime imposto por Fidel Castro.

Se os sindicalistas brasileiros fossem de fato pé-rapados desde 1930, quando Getúlio Vargas regulamentou os sindicatos de trabalhadores, até hoje não teríamos sindicatos.

Segundo dados da ONU - Organização das Nações Unidas, o IDH - Índice de Desenvolvimento Humano dos cubanos é superior ao dos brasileiros. E todos nós sabemos que os mais influentes gestores da ONU não são comunistas ou socialistas. Mesmo porque, se fossem, não seriam escolhidos para o cargo.

Se os sindicalistas e todos os trabalhadores brasileiros fossem de fato pé-rapados, Lula jamais seria eleito presidente. Não teria os assessores necessários.

12. O que faz para se conectar à Internet se afirma que os cubanos não têm acesso e ela?

Resposta do COSIFE:

A dissidente cubana deve estar usando a Internet via telefone celular rastreado por satélite artificial mantido na órbita terrestre, que pode ser usado até em pleno deserto do Saara ou qualquer outro.

Esse tipo de transmissão de voz, textos e imagens é utilizado por correspondentes dos meios de comunicação que se encontram a trabalho em regiões remotas ou em guerras.

No Brasil também pode ser utilizado esse meio de comunicação. Porém, é preciso que se tenha um importante patrocinador, que seja um grande empresário (ou um importante representante deste), que o indivíduo seja um importante agente do governo (diploma, por exemplo), que seja correspondente internacional das grandes agências de notícias, algum esnobe ou megalomaníaco.

13. Como é possível que seu blog possa usar Paypal, sistema de pagamento online que nenhum cubano que vive em Cuba pode utilizar por conta das sanções econômicas que proíbem, entre outros, o comércio eletrônico?

Resposta do COSIFE:

Pela Internet com acesso via satélite tudo é possível. Basta que alguém pague por essa mordomia lá no exterior, que pode ser por intermédio de empresa constituída em paraíso fiscal.

Parece que já não mais haveria dúvidas de que a cubana é uma mera agente de forças externas, dentro do território cubano. Tais estrangeiros estariam interessados em transformar o povo cubano em serviçais mais próximos dos Estados Unidos, como já acontece em outros países da América Central, em substituição ao trabalho dos asiáticos em regime de semiescravidão.

Com o rendimento mensal de um simples trabalhador cubano, ela não teria condições de ter todas as mordomias que está tendo tanto em Cuba como no exterior.

Como exemplo disso podemos mencionar alguns esportistas cubanos que estiveram no Brasil e resolveram ficar como dissidentes políticos. Foram mandados de volta porque não encontraram capitalistas que os quisessem sustentar. Em síntese, eles não eram tão importantes ou tão alinhados ao anticomunismo como Yaoni Sánchez.

14. Como pôde dispor de um Copyright para seu blog “© 2009 Generación Y – All Rights Reserved”, enquanto nenhum outro blogueiro cubano pode fazer o mesmo por causa das leis do embargo?

Resposta do COSIFE:

Se a dissidente em questão por acaso estiver levando para Cuba todo o dinheiro que recebeu no ou do exterior, ela poderá ser considerada a grande heroína nacional pelo governo comunista cubano.

Dessa forma ela seria um agente duplo. Finge de trabalha para os pilantras do exterior, mas na verdade pode estar trabalhando patrioticamente em prol do governo de seu país. Como Cuba precisa de divisas (reservas monetárias) para que possa importar, qualquer quantia vinda do exterior é bem-vinda.

Aliás, a situação econômica de Cuba atualmente é melhor que a dos países chamados de desenvolvidos. A dívida externa de Cuba é quase nula mesmo quando comparada com o seu pequeno PIB - Produto Interno Bruto. A dívida externa norte-americana e dos demais países desenvolvidos atualmente é maior que o seu próprio PIB. Por isso estão falidos. Cuba não está falida e nunca esteve.

Portanto, sendo verdadeira esta última hipótese, a falsa dissidente cubana pode ser um agente captador desses recursos financeiros externos e também de tecnologia.

Como acontece nas favelas brasileiras, ela pode estar explorando a distribuição da internet e da TV a cabo em Cuba gratuitamente (financiada por entidades do exterior) com a devida aprovação do governo cubano. Caso contrário, já teria sido colocada no paredão, como foram muitos outros considerados traidores.

É preciso lembrar que entre os países da América do Sul somente três não têm governos socialistas. São eles o Paraguai (em razão de Golpe de Estado), a Colômbia (por eleição direta) e o Chile que tem o primeiro governo não socialista desde a queda de Pinochet, mas, em 2012 os socialistas conseguiram maior votação em todos os municípios chilenos. Logo, por afinidade política, Cuba pode estar recebendo ajuda econômica, dos mencionados países sul-americanos, como também de alguns ricos países socialistas africanos (ricos em reservas naturais), assim como dos tradicionais comunistas como China e Rússia, que têm grande influência política e econômica na África e na Ásia.

Lembre-se também que o Brasil faz parte do grupo de países denominado como BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) que são os países atualmente mais ricos em reservas minerais e em outras reservas naturais e humanas. Esses cinco países juntos abrigam significativa parcela da população mundial (quase 3 bilhões de pessoas).

Todos devem lembrar que certa vez Lula disse que os brasileiros que trabalham no exterior mandam mais dinheiro para o Brasil que as multinacionais. Isto é verdade. Verdade maior é que as multinacionais trazem pouco e levam muito. Essa foi uma das razões que levou os milicos de 1964 a optarem pelas empresas estatais. As estatais não remetem lucros para o exterior.

Como as multinacionais anteriormente sediadas nos países desenvolvidos transferiram suas sedes para paraísos fiscais, aqueles países hegemônicos deixaram de receber o dinheiro levado por elas, que agora está escondido nas ditas "ilhas do inconfessável".

Por falta desse dinheiro trazido pelas multinacionais, agora os países desenvolvidos estão quebrados. Estão enfrentando uma irrecuperável bancarrota que só cessará quando as multinacionais voltarem a produzir em seus territórios de origem.

Mas, como o neoliberais anarquistas defendem a tese de que "Capital não tem Pátria", parece certo que as multinacionais jamais voltarão para seus países de origem, salvo se forem confiscados pelos governantes daqueles países com dificuldades econômicas e financeiras todos os investimentos vindos de paraísos fiscais.

Veja o texto Em 2013 o G-20 Discutiu a Sonegação Fiscal das Multinacionais.

15. Quem se esconde atrás de seu site desdecuba.net, cujo servidor está hospedado na Alemanha pela empresa Cronos AG Regensburg, registrado sob o nome de Josef Biechele, que hospeda também sites de extrema direita?

Resposta do COSIFE:

Essa seria uma grande evidência de que a dissidente cubana é agente dos financiadores do antigo MAC - Movimento Anticomunista que talvez ainda exista no Brasil.

Porém, nada impede que ela esteja enganando os trouxas, assim como, os militares de 1964 também os engaram ao constituírem as empresas estatais que foram as "Molas Mestres" do "Milagre Brasileiro". Tais empresas governamentais desbancaram os bancos estrangeiros (mediante o fortalecimento dos bancos privados e estatais brasileiros) e desbancaram também as multinacionais na exploração dos filões assumidos pelas estatais prestadores de serviços estratégicos. Estas, de modo impatriótico e ao mesmo tempo corrupto foram privatizadas durante o Governo FHC.

Aliás, torna-se importante dizer que FHC foi um dos que lutaram pela fundação do PT - Partido dos Trabalhadores e depois se tornou dissidente, passando a apoiar o neoliberalismo excludente, apesar de ser sociólogo. Em tese, os sociólogos seriam socialistas ou comunistas. Dizem que os sociólogos mais famosos são Augusto Comte, Max Weber, Émile Durkheim e Karl Marx, todos com tendências socialistas.

Relativamente à dissidência das trincheiras comunistas, fato semelhante ocorreu com Carlos Lacerda, jornalista e grande líder da extrema-direita carioca. Antes de aliar-se ao grande capital estrangeiro, era ferrenho comunista, tal como seu pai. Numa recaída da doença esquerdista, foi cassado pelo regime militar que apoiou porque foi o primeiro defensor das "diretas já", ainda na década de 1960 (queria ser Presidente da República). As eleições diretas só aconteceram no final da década de 1980.

Diante desses fatos, podemos ver que nesse mundo, tudo é possível. Interpretações diversas podem ser consideradas viáveis. Basta que se olhe a partir de outro ângulo de visão, como foi feito aqui. Parece que tudo depende do quanto se vai lucrar (ganhar). Ou seja, para tudo existe um preço, inclusive para a honradez e para a ideologia política ou econômica.

16. Como pôde fazer seu registro de domínio por meio da empresa norte-americana GoDady, já que isto está formalmente proibido pela legislação sobre as sanções econômicas?

Resposta do COSIFE:

Isto pode significar que nos Estados Unidos, assim como no restante do mundo, também existem políticos e servidores públicos subornáveis, isto é, corruptos.

Para abrigar o dinheiro sujo desses corruptos também existem os paraísos fiscais, onde é guardada ou escondida a escrituração contábil de todo o dinheiro movimentado pela bandidagem internacional, incluindo o dinheiro escuso dos chamados de terroristas, que nada tem de diferentes dos demais corruptos ou corruptores, digo, Lobistas.

A dissidente cubana poderia ser um desses Lobistas tentando subornar a família de Fidel Castro, que depois iria morar na Suíça e assim gozar das mordomias compradas pelo dinheiro para lá desviado, deixando o povo cubano a mercê dos escravocratas multinacionais.

Afinal, é sempre o povo quem paga. E sempre paga com o seu trabalho escravo.

17. Seu blog está disponível em pelo menos 18 idiomas (inglês, francês, espanhol, italiano, alemão, português, russo, esloveno, polaco, chinês, japonês, lituano, checo, búlgaro, holandês, finlandês, húngaro, coreano e grego). Nenhum outro site do mundo, inclusive das mais importantes instituições internacionais, como por exemplo as Nações Unidas, o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional, a OCDE ou a União Europeia, dispõem de tantas versões linguísticas. Nem o site do Departamento de Estado dos Estados Unidos, nem o da CIA dispõem de igual variedade. Quem financia as traduções?

Resposta do COSIFE:

Isto significa que os financiadores de todo esse grandioso e caro sistema de desmoralização de um pequeno país, quase insignificante (se não fosse comunista), com pouquíssimos recursos minerais e produtivos, nada mais é que um preconceituoso e discriminatório esquema contrário àqueles que se contentam em viver em comunidade, numa comuna, com as suas inegáveis vantagens sociais ou sociológicas.

Apesar de combaterem os comunistas, os grandes capitalistas também gostam de residir e trabalhar em comunidades ou comunas, que por eles são chamadas de condomínios residenciais, comerciais ou de prestação de serviços. Agora também existem os condomínios mistos em que se reside e trabalha, dispondo ainda de comércio e serviços. A comuna total tal como as existentes nos tempos do feudalismo e do coronelismo brasileiro.

Aliás, tal como os ditadores dos países árabes e dos paraísos fiscais, os governantes cubanos também se assemelham aos Senhores Feudais de outrora e com os coronéis brasileiros nomeados durante o regime imperial dos descendentes da família real portuguesa.

Isto é, embora os mais ricos prefiram morar em condomínios de alto padrão, como as comunas implantadas pelos comunistas de Israel - Kibutz no singular ou Kibutzim no plural, eles são contrários as comunas dos pobres, que são pejorativamente denominadas como conjuntos residenciais.

A única coisa realmente diferente entre a comuna dos pobres e a dos ricos é a elevada quantidade de dinheiro gasto na construção e depois a altíssima quantidade de dinheiro gasto na manutenção das instalações.

A partir daí a comuna dos ricos transforma-se em mera demonstração de poderio econômico mediante a exorbitante exibição de elevados sinais exteriores de riqueza.

Em suma, tudo não passa de mero preconceito e discriminação social, ou melhor, apartfheid = segregação social tal como aquela sofrida pelos negros sul-africanos.

18. Como é possível que o site que hospeda seu blog disponha de uma banda com capacidade 60 vezes superior àquela que Cuba dispõe para todos os usuários de Internet?

Resposta do COSIFE:

No mundo capitalista neoliberal anárquico tudo é possível desde que se tenha um importante capitalista que queira financiar um intento, mesmo que o intuito seja de cunho terrorista.

Observe que o terrorismo político ou terrorismo eleitoral sempre foi praticado contra alguns partidos como o PCdoB, PT e outros da mesma estirpe suburbana ou periférica em que reside a grande massa trabalhadora.

19. Quem paga a gestão do fluxo de mais de 14 milhões de visitas mensais?

Resposta do COSIFE:

A resposta para essa questão já foi dada nas questões anteriores e provavelmente também será encontrada nas seguintes.

O site do COSIFE, por exemplo, tem aproximadamente 14 milhões de páginas visitadas por ano. Quem paga os valores necessários à sua manutenção é o Google ao repassar parte do dinheiro cobrado dos anunciantes.

20. Você possui mais de 400 mil seguidores em sua conta no Twitter. Apenas uma centena deles reside em Cuba. Você segue mais de 80 mil pessoas. Você afirma “Twitto por sms sem acesso à web”. Como pode seguir mais de 80 mil pessoas sem ter acesso à internet?

Resposta do COSIFE:

Os torpedos (SMS) "sem acesso à WEB" são remetidos por linha telefônica via satélite.

Como é grandioso o fluxo de informações, os financiadores do sistema utilizado pela dissidente cubana devem ter contratado empresas terceirizadas que podem efetuar esse trabalho estando tanto na Índia como em quaisquer outros países pelo mundo afora em todos aqueles idiomas mencionados.

Portanto, a dissidente cubana deve ter vendido franquias para os interessados na manutenção desse tipo de campanha anticomunista.

É aproximadamente o que acontece com as empresas sediadas em paraísos fiscais. Estas geralmente são utilizadas e geridas em qualquer país e não a partir daquele paraíso fiscal em que está registrada. Por esse motivo são chamadas de "Offshore". Só podem operar fora dos limites territoriais da "ilha do inconfessável" que aceitou o seu registro como empresa fantasma.

21. O site www.followerwonk.com permite analisar o perfil dos seguidores de qualquer membro da rede social Twitter. Revela a partir de 2010 uma impressionante atividade de sua conta. A partir de junho de 2010, você se inscreveu em mais de 200 contas diferentes do Twitter a cada dia, com picos que podiam alcançar 700 contas em 24 horas. Como pôde realizar tal proeza?

Resposta do COSiFE:

Provavelmente a dissidente cubana tem grande rede de franqueados que ainda têm o paranoico interesse de disseminar campanhas anticomunistas ou antissocialistas.

Por que "paranoico interesse"?

No Brasil, antes de promulgada a Constituição Federal de 1988 os indivíduos que militavam nas fileiras ou trincheiras da extrema-direita faziam enorme campanha contra o comunismo ou contra o socialismo.

Depois de promulgada a nossa Constituição Federal agora vigente, ficou provado que o comunismo ou o socialismo nunca foi ameaça para ninguém, embora existam paranoicos que ainda acreditam em tal perigo.

Na verdade, é mais seguro para o investidor comprar ações de uma empresa de economia mista (controlada pelo governo) do que investir nunca empresa privada com ações negociadas nas Bolsas de Valores.

Muito mais arriscado é investir num banco, fundo de investimento ou empresa que esteja sediada num paraíso fiscal, livre de qualquer tipo de fiscalização governamental.

Veja explicações complementares em:

22. Por que cerca de seus 50 mil seguidores são na verdade contas fantasmas ou inativas?

De fato, dos mais de 400 mil perfis da conta @yoanisanchez, 27.012 são ovos (sem foto) e 20 mil têm características de contas fantasmas com uma atividade inexistente na rede (de zero a três mensagens mandadas desde a criação da conta).

23. Como é possível que muitas contas do Twitter não tenham nenhum seguidor, apenas seguem você e tenham emitido mais de duas mil mensagens? Por acaso seria para criar uma popularidade fictícia? Quem financiou a criação de contas fictícias?

24. Em 2011, você publicou 400 mensagens por mês. O preço de uma mensagem em Cuba é de 1,25 dólares. Você gastou seis mil dólares por ano com o uso do Twitter. Quem paga por isso?

25. Como é possível que o presidente Obama tenha lhe concedido uma entrevista, enquanto recebe centenas de pedidos dos mais importantes meios de comunicação do mundo?

26. Você afirmou publicamente que enviou ao presidente Raúl Castro um pedido de entrevista depois das respostas de Barack Obama. No entanto, um documento oficial do chefe da diplomacia norte-americana em Cuba, Jonathan D. Farrar, afirma que você nunca escreveu a Raúl Castro: “Ela não esperava uma resposta dele, pois confessou nunca tê-las enviado [as perguntas] ao presidente cubano. Por que mentiu?

27. Por que você, tão expressiva em seu blog, oculta seus encontros com diplomáticos norte-americanos em Havana?

28. Entre 16 e 22 de setembro de 2010, você se reuniu secretamente em seu apartamento com a subsecretaria de Estado norte-americana Bisa Williams durante sua visita a Cuba, como revelam os documentos do Wikileaks. Por que manteve um manto de silêncio sobre este encontro? De que falaram?

29. Michael Parmly, antigo chefe da diplomacia norte-americana em Havana afirma que se reunia regularmente com você em sua casa, como indicam documentos confidenciais da SINA. Em uma entrevista, ele compartilhou sua preocupação em relação à publicação dos cabos diplomáticos norte-americanos pelo Wikileaks: “Eu me incomodaria muito se as numerosas conversas que tive com Yoani Sánchez forem publicadas. Ela poderia sofrer as consequências por toda a vida”. A pergunta que imediatamente vem à mente é a seguinte: quais são as razões por que você teria problemas com a justiça cubana se sua atuação, conforme afirma, respeita o marco da legalidade?

30. Continua pensando que “muitos escritores latino-americanos mereciam o Prêmio Nobel de Literatura mais que Gabriel García Márquez”?

31. Continua pensando que “havia uma liberdade de imprensa plural e aberta, programas de rádio de toda tendência política” sob a ditadura de Fulgencio Batista entre 1952 e 1958?

32. Você declarou em 2010: “o bloqueio tem sido o argumento perfeito do governo cubano para manter a intolerância, o controle e a repressão interna. Se amanhã suspenderem as sanções, duvido muito que sejam vistos os efeito”. Continua convencida de que as sanções econômicas não têm nenhum efeito na população cubana?

33. Condena a imposição de sanções econômicas dos Estados Unidos contra Cuba?

34. Condena a política dos Estados Unidos que busca uma mudança de regime em Cuba em nome da democracia, enquanto apoia as piores ditaduras do Oriente Médio?

35. Está a favor da extradição de Luis Posada Carriles, exilado cubano e ex-agente da CIA, responsável por mais de uma centena de assassinatos, que reconheceu publicamente seus crimes e que vive livremente em Miami graças à proteção de Washington?

36. Está a favor da devolução da base naval de Guantánamo que os Estados Unidos ocupam?

37. Você é favorável à libertação dos cinco presos políticos cubanos presos nos Estados Unidos desde 1998 por se infiltrarem em organizações terroristas do exílio cubano na Florida?

38. Em sua opinião, é normal que os Estados Unidos financiem uma oposição interna em Cuba para conseguir “uma mudança de regime”?

39. Em sua avaliação, quais são as conquistas da Revolução Cubana?

40. Quais interesses se escondem atrás de sua pessoa?

Outras 6 perguntas feitas por internauta brasileiro em 18/02/2013 (naquele site):

41. Como você utiliza um email do GMAIL tendo o embargo e as sanções americanas para com Cuba?

Resposta do COSIFE:

Os grandes sites internacionais estão sediados ficticiamente em paraísos fiscais assim como as chamadas de empresas multinacionais.

42. Num país onde o analfabetismo é zero e tem o melhor atendimento de saúde no mundo, porque considera que a população vive na miséria?

Resposta do COSIFE:

Trata-se de paranoica campanha anticomunista.

Paranoia, em psiquiatria é um transtorno delirante. Por extensão (Gíria) é mania de perseguição, ou de ver problema onde não há. Ainda, como gíria, pode ser maluquice, doideira. (Dicionário Aurélio)

43. Sendo a considerada a pessoa mais rica do país, porque não divide sua renda para com os “miseráveis” que tanto afirma ter em Cuba?

Resposta do COSIFE:

Primeiramente todo e qualquer indivíduo, que não seja considerado louco, deve pensar no seu próprio futuro. Pensar no futuro dos outros é questão para segundo plano.

44. Fazendo tudo o que faz, críticas e mentiras, e vivendo num país como o que afirma, como conseguiu escapar da prisão?

Resposta do COSIFE:

Como já foi mencionado nesta página, provavelmente a dissidente cubana seja um agente duplo, aquele que presta serviço para seu governo e também para os seus adversários (espião).

45. Ainda sobre a realidade que alega existir em Cuba (falta de liberdade), porque te permitiram sair do país?

Resposta do COSIFE:

Ela pode ser um agente duplo. Na verdade agente do governo cubano.

46. Porque nunca escreveu alguma crítica sobre as Sanções impostas à Cuba?

Resposta do COSIFE:

Porque não está sendo remunerada para isso.

Pode ser do interesse do governo cubano a continuidade do estigma de vítima do capitalismo selvagem, totalmente excludente, criador de miséria e escravidão no chamado Terceiro Mundo.

Mais 5 perguntas de outro internauta:

47. Qual a sua opinião sobre o fato de EUA e Inglaterra quererem calar o jornalista Julian Assange e o governo do Equador, aliado de Cuba? Quem eles querem proteger?

48. Você acha que os EUA têm direito de lançar drones (aviões de guerra teleguiados, não tripulados) pelo mundo afora para assassinar pessoas escolhidas por eles como “alvo”?

49. Você concorda com o embargo econômico dos EUA contra Cuba?

50. A Europa vive uma crise aguda, com desemprego, fome e miséria. Qual a causa dessa crise, em sua opinião?

51. Imagine a situação contrária à sua: um cidadão estadunidense viajando pelo mundo para falar mal dos imperialistas governantes norte-americanos, financiado pelo governo cubano. Se esse cidadão voltasse aos EUA, o que você acha que aconteceria com ele?

NOTA DO COSIFE: Por falta de tempo, na verdade excesso de trabalho, as demais respostas serão colocadas oportunamente.







Atendimento
Central do Assinante
Licença de Uso
Política de Privacidade
Suporte - Helpdesk
Suporte ao Usuário
Busca Avançada
Ajuda
Mapa do Site
FAQ
Comercial
Assine Já
Anuncie Aqui
Estatisticas
Institucional
Coordenação
Editoração
Expediente
Contato
twitter.com youtube.com google.com rss antispam.br
©1997-2014   Megale Mídia Interativa.   Todos os direitos reservados para Américo Garcia Parada Filho.